---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Agosto é o mês do Aleitamento Materno

Publicado em 05/08/2019 às 16:57 - Atualizado em 05/08/2019 às 16:57

É cada vez mais comum a associação ligada a saúde priorizar uma cor a um mês e dar a cada qual  atribuições que possuam um significado especial.Já  conhecemos bem o outubro rosa e o novembro azul e a partir disso, começamos a entender ainda mais a importância dos cuidados da saúde tanto para a mulher como para os homens.

No Agosto Dourado, a comemoração é diferente e envolve todas as pessoas, de um modo geral, pois está relacionado a algo que a maioria das pessoas têm em comum: o leite materno como primeiro alimento.

 

Em Ipumirim, este mês além do incentivo a amamentação, a Secretaria desenvolve um programa que envolve desde a  gestação ao período de amamentação. O Bem Gestar, acolhe grávidas a partir da 24ª semana até o final da amamentação. Os encontros são promovidos por uma equipe multidisciplinar que desenvolve atividades diferenciadas  e assuntos distintos a cada reunião. Já  os encontros da parte do aleitamento são realizados mensalmente.

No dia 30 deste mês, as 13:30 horas  está marcado encontro para as mães que estão amamentando . Todas estão convidadas a participar. As interessadas devem se inscrever até o dia 25 de agosto na Secretaria de Saúde com Milania ou pelo telefone 49 3438 3446.

 

A intenção dessa ação é dar visibilidade e promover informação acerca da importância da amamentação para as crianças e também para as mães.

Saiba Mais:

Estima-se que anualmente, no mundo todo, mais de 10 milhões de crianças com idade inferior a 5 anos morrem por doenças que podem ser prevenidas e tratadas.

Com melhores taxas de amamentação em todo o mundo, mais de 820 mil crianças dentro dessa faixa etária podem ser salvas.

Por isso, o aleitamento materno até os seis meses de vida precisa ser incentivado por campanhas . Além de contribuir para o desenvolvimento infantil, a amamentação pode ter também impacto na vida adulta da criança.

Um estudo publicado pela revista The Lancet Global Health, feito a partir do acompanhamento de cerca de 3,5 mil recém-nascidos ao longo de trinta anos, identificou que há relações entre o período de amamentação na infância e os níveis de inteligência na vida adulta.

Segundo a pesquisa, quanto mais prolongado foi o período de amamentação do recém-nascido maiores foram os resultados em testes de QI quando adultos.

Conseqüentemente, os pesquisadores avaliaram as relações dos níveis de inteligência refletindo também na escolaridade e renda financeira dessas pessoas e na diminuição de doenças cardiovasculares e hipertensão em pessoas que se beneficiaram do aleitamento.

 


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar