---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Incentivo aos produtores rurais

Publicado em 12/02/2020 às 07:40 - Atualizado em 12/02/2020 às 07:40

Procurando ampliar o incentivo aos agricultores, como forma de diversificar as atividades rurais, fazendo com que o produtor amplie sua produtividade tanto em quantidade como na qualidade, a secretaria de Agricultura de Ipumirim, começou a distribuir gratuitamente o nitrogênio para manter os botijões dos agricultores além do material de apoio para manuseio doses de sêmen e a ampliação nas horas para as associações.

A distribuição foi possível após a alteração da Lei municipal 18/11 de 2017 pela Lei 18/54 de 2019, que trata do apoio ao desenvolvimento rural. Com a mudança, os produtores que fazem uso da inseminação artificial no setor de bovinocultura passarão a receber o nitrogênio gratuitamente para manter os botijões, além de 20 doses de sêmen importado de touros aprovados de genética avançada.

Para o secretário de Agricultura, Sergio Bernardi, o incentivo vem de encontro a necessidade de muitos produtores que tem na pecuária a manutenção dos gastos da casa e também a ampliação dos ganhos na propriedade. “Nosso objetivo é criar diversas frentes para ampliar o atendimento em diversas linhas de produção e renda do agricultor. Iniciamos no ano passado com o incentivo na criação de ovinos para comercialização de animais vivos de genética apurada. Agora, estamos focados na pecuária de corte e de leite e também nas associações para isso, ampliamos de 500 para 640 horas repassando um valor anual de R$48 mil para cada um dos nove grupos, vindo ampliar o atendimento aos agricultores rurais e contribuir financeiramente para manter as associações”, explica.

Bernadi cometa que um dos grandes desafios da agricultura nessa administração foi reestruturar as associações. “Começamos com o repasse de máquinas e equipamentos e o incentivo de horas. Procuramos acompanhar os serviços com mais intensidade e hoje, podemos dizer que elas estão estabilizadas e equipadas”. Conforme o secretário, cada associação é equipada com pelo menos um trator, plantadeira, carreta agrícola, carreta basculante, distribuidor de adubo liquido e seco, grade arrastão, pé de pato, além de duas ou Três ensiladeiras cada grupo.